INTRODUÇÃO
 

Espíritas! amai-vos, este o primeiro ensinamento; instrui-vos, este o segundo.

O Espírito de Verdade. (Paris, 1860). "  “O Evangelho Segundo o Espiritismo”


Esta máxima orienta todos aqueles que trabalham no Espiritismo.


Muitas pessoas procuram os Centros Espíritas por pura curiosidade ou porque precisam ter algum lenitivo para as suas dores. Algumas também se apresentam pela vontade de entender a Doutrina dos Espíritos e praticá-la de forma consciente.


Qualquer que seja o caso, o Centro Espírita deve receber estas pessoas com muito amor e compreensão.


Inicialmente todos receberão a assistência espiritual mais adequada, seja através dos passes, seja através do Encontro Fraterno ou das Palestras.


Num determinado momento os assistidos serão convidados a fazerem um Curso de Iniciação Espiritual. Por que isto?


Porque os Passes apenas amenizam os sofrimentos, mas enquanto não houver uma mais profunda modificação interior as causas do sofrimento permanecerão dentro de cada um.


Amai-vos! Realmente não é fácil amar. Nem sempre entendemos o significado desta palavra, confundindo-a com paixão, apego, zelo, desejo.


Instrui-vos! Não basta o estudo nas escolas e nos livros se não houver a prática dos ensinamentos recebidos através da caridade.


Lembremos dos princípios fundamentais da Doutrina Espírita:


1- A existência do espírito e a sua sobrevivência após a morte.

2- As reencarnações sucessivas. Nós não ganhamos uma alma. Nós somos a alma. Nós somos espíritos e nesta encarnação temos este corpo.

3- A comunicabilidade e relacionamento entre espíritos encarnados e desencarnados.

4- A lei de ação e reação. Deus é justo! Aprendemos através das reencarnações e sucessivas experiências.

5- A evolução progressiva.


Com base nestes princípios, totalmente lógicos e nada dogmáticos, compreendemos que estamos na Terra como se estivéssemos numa escola para o espírito. Nosso objetivo é evoluir e a vida, através da família, do trabalho, dos amigos, etc. nos dá esta oportunidade.


A evolução se dá tanto do lado moral quanto do lado intelectual. Como um pássaro precisa do equilíbrio das duas asas, nós também precisamos de uma evolução equilibrada na parte moral e intelectual.


Desenvolver-se apenas no lado moral, pode ocasionar o desvio excessivo para o misticismo. Se for apenas do lado intelectual, certamente cairíamos nas garras do orgulho, vaidade e egoísmo.


ESCOLA DE INICIAÇÃO ESPIRITUAL (EIE)


É um programa organizado de aulas que tem os seguintes objetivos:


1- Curso Básico: Conhecimento dos pontos fundamentais da Doutrina. Surgimento do Espiritismo, apresentação dos princípios básicos, conhecer Kardec e outras personalidades importantes do Espiritismo, a posição da entre as demais filosofias e religiões, diferenças entre Espiritismo, Umbanda e outras religiões, Esboço dos Livros Básicos da Doutrina, Descrição do mundo espiritual e intercâmbio através da mediunidade, leis da reencarnação e de Ação e Reação, perispírito, necessidade da prática do bem e formação cristã da família.


2- Conhecimento das leis morais com base nos ensinamentos trazidos pelo espírito mais evoluído que já reencarnou na Terra. Jesus.


3- Renovação do ser humano em seus sentimentos, pensamentos e atitudes, proporcionando oportunidades do auto conhecimento e despertando seus ideais de amor para consigo mesmo e para a humanidade. Acelerar o processo de transformação do “Homem Velho”, carregado ainda da herança animal e instintiva, orgulhoso, egoísta, vaidoso e egocêntrico, no “ Homem Novo”, transformando-se num ser mais equilibrado, sereno, virtuoso, caridoso e pleno de amor.

A Escola de Iniciação Espiritual é apenas o início deste processo de transformação, cabendo ao Aprendiz, que já conhece o caminho, perseverar na prática do bem e do estudo.